Primariamente a Polícia Aérea garante a segurança e defesa imediata das Unidades da Força Aérea no Continente e Ilhas. Fora do território nacional, cumpre a sua missão em apoio de destacamentos de unidades aéreas ou de meios aéreos independentes.

       Possui capacidade para o combate sob quaisquer condições hostis, nomeadamente as criadas por actos de terrorismo, sabotagem, ameaça nuclear, biológica e química e outras realizadas por grupos armados. Paralelamente, realiza ainda missões de natureza reservada.