1960

Janeiro

20

Directiva do CEMGFA que altera os objectivos estratégicos da defesa nacional, apontando para uma futura guerra no Ultramar

25

Início da II Conferência dos Povos Africanos, em Tunes, em que representantes dos movimentos de libertação de Angola, Guiné e Moçambique dissolvem o MAC (Movimento Anti-Colonial) e formam a FRAIN (Frente Revolucionária Africana para a Independência Nacional das Colónias Portuguesas)

Fevereiro

Publicação, em Londres, do texto de Amílcar Cabral «Factos acerca das Colónias Africanas de Portugal», sob o pseudónimo de Abel Djassi

Abril

4

Independência do Senegal

16

Decreto-Lei de criação do Centro de Instrução de Operações Especiais, em Lamego

22

Publicação das normas para as comissões de serviço dos militares no Ultramar

25

Criação do Depósito Geral de Adidos

29

Parecer do Governo português sobre o artigo 73º da Carta das Nações Unidas, não reconhecendo competência à Assembleia Geral para exigir que os Estados membros iniciem a transmissão de informações sobre os territórios ultramarinos

Junho

Realização da III Conferência dos Estados Africanos, em Adis Abeba, em que esteve presente um delegado nacionalista angolano

13

Declaração do MPLA ao Governo português para a solução pacífica do problema colonial

16

Manifestação de trabalhadores rurais em Mueda (Moçambique), que conduz a violenta repressão

25

Prisão de dezenas de angolanos, entre os quais Agostinho Neto e Joaquim Pinto de Andrade

30

Independência do Congo ex-Belga (depois Zaire, e actualmente de novo Congo)

Julho

Intervenção da ONU (capacetes azuis), no Congo ex-Belga

Secessão da província do Catanga, do Congo ex-Belga, declarada por Moisés Tchombé

14

Início da Conferência dos Povos Africanos, em Adis Abeba que conduz à divisão dos Estados africanos em face das suas diferentes orientações ideológicas

Agosto

15

Independência do Congo ex-Francês

Setembro

25

Petição do PAIGC ao Governo português para resolução pacífica do problema da Guiné

Outubro

Fundação em Salisbúria, da União Democrática de Moçambique (Udenamo)

Novembro

12

Manifestação em Lisboa contra a ONU, com representação de todos os concelhos

24

Reorganização territorial das forças terrestres, com a criação de cinco regiões militares, incluindo Angola e Moçambique, e sete comandos territoriais independentes, entre os quais o da Guiné

30

Intervenção de Salazar dirigida à Assembleia Nacional sobre a questão da unidade nacional

Dezembro

Conferência de imprensa em Londres, dos dirigentes nacionalistas dos territórios portugueses

Publicação do primeiro número do jornal Libertação, órgão do PAIGC

14

Aprovação, pela Assembleia Geral da ONU, da Resolução 1514 (XV), conhecida como Declaração Anti Colonialista

15

Aprovação, pela Assembleia Geral da ONU, da Resolução 1541 (XV), constituída pelo Relatório dos Seis, elaborado pelo respectivo comité, contendo a definição de território não autónomo

Aprovação, pela Assembleia Geral da ONU, da Resolução 1542 (XV) que entendia como territórios não autónomos os territórios administrados por Portugal, e sobre os quais havia obrigação de prestar informações