1967

Janeiro

Entrevista de Mário de Andrade ao jornal Afrique Nouvelle em Dacar, com referências à actividade da CONCP e à situação das várias frentes e das relações dos movimentos com os países africanos

26

Apresentação da peça teatral de Peter Weiss em Estocolmo, Canção da Mascara Simbólica, ataque frontal e com grandes repercussões, à politica colonial portuguesa

Fevereiro

Continuação dos esforços da OUA para levar o GRAE e o MPLA à formação de uma frente única, sem resultados

Distribuição no terreno do jornal Passa Palavra por parte do MPLA, tentando agir psicologicamente sobre os soldados portugueses

Visita a Luanda de uma delegação da Armada brasileira, acto que recebeu muitas criticas da imprensa e da opinião pública do Brasil

10

Utilização, pela primeira vez, por parte do PAIGC, de cocktails Molotov em operações

23

Inauguração do Comando Ibero-Atlântico (Iberlant) da NATO em Oeiras

Março

Acções do MPLA sobre a linha férrea de Benguela, no Leste de Angola, impedindo completamente o tráfego ferroviário

Programação da Rádio Tanzânia com emissões em português, de apoio à Frelimo

Reportagem de Virgílio de Lemos num jornal norueguês de Oslo sobre a «Acção de guerrilha em três frentes em Angola», onde constata que nenhum dos três movimentos conseguiu uma sólida organização e que o território poderá proclamar uma independência branca

Aperfeiçoamento das técnicas de acção psicológica, por parte da UPA, com diferenciação dos grupos humanos a influenciar

Crescimento da posição critica dos países escandinavos à política colonial portuguesa, reflectida nos órgãos de comunicação social

Documento da oposição assinado por 55 membros da acção Democrática e Social e enviado ao Presidente da República, onde se declara que a politica do Governo conduziu ao isolamento de Portugal e se pede a ampla discussão dos problemas ultramarinos

Condenação dos países que cooperam com a África do Sul, Rodésia e Portugal, pela Comissão dos Direitos do Homem da ONU

12

Exposição do governo do distrito de Cabo Delgado sobre as campanhas psicológicas para recuperar militantes, combatentes e simpatizantes ou aderentes

31

Editorial do Jornal do Brasil, reflectindo a posição oficiosa do governo brasileiro, e pedindo a Portugal que acene para as colónias africanas com uma esperança de independência, para abrir as portas a uma futura comunidade com raízes lusitanas

Abril

Encerramento pela PIDE da Cooperativa católica Pragma

O Hospital Militar de Hamburgo recebe 88 mutilados de guerra portugueses

Ataque do PAIGC ao quartel de Encheia com grande potencial de fogo, causando cinco mortos e oito feridos às tropas portuguesas

Artigo do jornal Horoya, publicado na Guiné-Conacri sobre «Uma consciência politica sólida na base de uma economia florescente na zona libertada» onde se referiam as actividades económicas nas zonas do PAIGC

8

Visita a Lisboa de Piter Botha, ministro sul-africano da Defesa, para discutir com Salazar, Franco Nogueira e Gomes de Araújo problemas de segurança de Angola e Moçambique

23

Realização de uma conferência de solidariedade com os povos das colónias portuguesas, por delegações de jovens de 64 países, em Conacri

Maio

A Comissão de Descolonização da ONU, depois de visitar vários países da África e do Médio-Oriente, decidiu reunir-se em Lusaka para tratar especificamente dos problemas dos territórios sob administração portuguesa

Alargamento da actividade da UNITA na zona leste de Angola, em direcção ao Bié

A Frente de Libertação de Cabinda reivindica um diálogo construtivo com Portugal sobre a transferência de poderes para a população de Cabinda, sem interferências dos movimentos angolanos

Acordos de cooperação entre Portugal e o Malawi, visando em especial o caminho de ferro do Zambeze e a construção da ligação a Nacala

3

General Fernando Oliveira secretário de Estado da Aeronáutica

13

Visita do Papa Paulo VI a Fátima

17

Assalto por um comando da LUAR à delegação do Banco de Portugal na Figueira da Foz

Junho

Chegada da comissão militar da OUA a Kinshasa, para um inquérito à actividade militar do MPLA e da FNLA / GRAE

18

Artigo de José Gonçalves na Jeune Afrique «Os brancos querem a independência», referindo os contactos que grupos de colonos teriam estabelecido com Salisbúria e Pretória para concretização de um plano de independência

Julho

Na 51ª Conferência do Trabalho da OIT a Comissão de Verificação de Poderes decidiu incluir Portugal na lista especial dos países que não respeitam as convenções da organização

Protesto da FPLN pela presença da delegação oficial portuguesa na 51ª Conferência Internacional do Trabalho da OIT

Reunião em Ponta Negra de dirigentes do MPLA, para planeamento e alargamento das acções em Cabinda

Nova carta da Acção Democrática e Social ao presidente da República pedindo a cessação imediata da guerra colonial em África e concessão da autonomia aos povos das colónias

14

Inicio do II Congresso das Comunidades de Cultura Portuguesa na ilha de Moçambique

17

Primeira emissão da Rádio Libertação, emissora do PAIGC em Conacri, com programas em português e crioulo

29

Noticiada a construção da barragem de Cahora Bassa, em Moçambique

Agosto

Publicação em Argel de um volume contendo o conjunto das deliberações tomadas pela CONCP na sua reunião de Dar-es-Salam, em Outubro de 1965

Setembro

Emissão da Rádio Libertação do PAIGC com uma exortação ao soldado português, incitando-o à resistência e à revolta

Reunião de alto nível da OUA em Kinshasa que decide criar uma comissão de peritos militares para auxilio aos movimentos de libertação e conceder o estatuto de observadores aos movimentos reconhecidos pela organização

Declaração do ministro dos Negócios Estrangeiros da Grã-Bretanha na ONU, afirmando que o Governo de Londres apoia persistentemente o principio da autodeterminação em relação aos territórios portugueses

Inicio dos contactos da PIDE com sectores da oposição ao regime da Guiné-Conacri

10

Início das operações regulares da FRELIMO na província de Tete

22

Violentos e sucessivos ataques efectuados pela FRELIMO à base militar de Mueda, no Norte de Moçambique

Outubro

Abate de um avião T6, com morte do piloto, por acção de metralhadoras antiaéreas, pela FRELIMO, na zona de Révia, Sector E

Acção de elementos de libertação na zona de Lutembo, na ZIL, Angola

Apresamento em Lagos, na Nigéria, de um carregamento de armas destinadas ao Biafra, proveniente de Lisboa

Publicação do Manifesto pela Oposição Democrática exigindo para o Ultramar uma solução politica

Novembro

Condenação de Portugal no Conselho de Segurança da ONU por permitir o trânsito por Angola, de mercenários para o Zaire

Ataque da UNITA ao aquartelamento do Alto Cuito, na ZIL, durante cerca de três horas

Nino Vieira, dirigente do PAIGC que actuava na área de Catió, passou a responsável pela área de Madina do Boé

O Governo do Congo-Kinshasa selou o edifício da Embaixada de Portugal

Celebrações do 50º aniversário da União Soviética, com a presença de Agostinho Neto e Domingos Silva, presidente e vice-presidente do MPLA

Concessão de 100 bolsas de estudo aos movimentos de libertação de Angola pelo alto Comissariado da ONU para os Refugiados

Inicio das emissões de informação geral dirigidas aos combatentes da II Região Militar, pela rádio Angola Combatente do MPLA

8

O exército do Congo-Kinshasa desaloja os mercenários que ocupavam a cidade de Bukavu e que se refugiam em Angola

24

Despacho conjunto do governador-geral de Angola e do comandante-chefe sobre a criação dos conselhos de contra-subversão em todo o território

Dezembro

Grande operação das forças portuguesas a norte de Bigene, com apreensão de variado material de guerra

Utilização pela primeira vez, de granadas de fumo, pelo PAIGC, na zona de Poindom, entre Xime e Bambadinca

Aprovação de uma resolução da Assembleia Geral da ONU, condenando a exploração de territórios coloniais por interesses financeiros e económicos que impedem os processos de descolonização

Reunião do Bureau Politico do PAIGC, em que se decide reorganizar as FARP, donde é excluída a milícia popular, contando apenas com os grupos de guerrilha e o exército popular. É criado o Comando da Frente Leste

Sabotagem do caminho de ferro de Benguela por elementos dos movimentos de libertação a Oeste de Silva Porto, numa zona atingida pela primeira vez

2

Inauguração do campo militar de Zinguichor, no Senegal, utilizado pelo PAIGC

11

Despacho do ministro do Ultramar que considera os ex-gendarmes do Catanga como refugiados

28

Carta da Acção Democrática Social ao Chefe de Estado denunciando os 40 anos de um regime ditatorial e a guerra do Ultramar