1971

Janeiro

Primeiras notícias do fornecimento ao PAIGC, pela União Soviética de um míssil terra-ar do tipo Redeye

Documento do Conselho Mundial das Igrejas publicado em Addis Abeba, «A Unidade e os Direitos Humanos em África», que pede a todos os membros para procurarem evitar que os respectivos governos apoiem a construção de Cahora Bassa

Distribuição pela Frelimo de uma publicação em português e outras línguas sobre a luta em Moçambique, com um prefácio de Samora Machel

Flagelações do PAIGC a Pirada, Aldeia Formosa e Catió com foguetões de 122 mm

23

Despacho de Kaúlza de Arriaga de criação dos grupos especiais (GE) em Moçambique

Fevereiro

Organização militar da UNITA no Leste de Angola, com a divisão em duas regiões separadas pelo rio Lungue-Bungo, sendo a primeira na margem direita, chefiada por N’zau Puma e a segunda na margem esquerda, chefiada pelo próprio Savimbi

Operação Lacrau das tropas portuguesas na região de Ninda, Angola, com captura de um canhão s/r 75 M/20 com tripé (EUA)

Chefes militares do MPLA: 1ª Região – Jacob Caetano «o Monstro Imortal», 3ª Região – Paganini, 4ª Região – Bonifácio «Kantiga»

Participação do PAIGC na conferência ministerial para África do Conselho Económico e Social da ONU

Conferência sobre «Os Estudantes e o Movimento de Libertação Africano» em Helsínquia, com representantes de mais de 60 países e do PAIGC, MPLA, Frelimo e SWAPO

10

Inicio do julgamento em Lisboa de 10 arguidos, entre os quais, Joaquim Pinto de Andrade, acusados de tentarem obter por meios violentos a separação de Angola da «Mãe-Pátria»

15

Encontro na Rodésia, entre Ian Smith e os chefes dos serviços secretos de Portugal e da África do Sul

Despacho do ministro da Defesa Nacional que integra os «Fiéis», antigos catangueses, nos «Irregulares» de Angola, destinando-lhes missões em «zonas politicamente convenientes»

16

Ataque de grande envergadura por forças do MPLA ao aquartelamento de Caripande, no Leste de Angola, com morteiros, lança-granadas-foguete e armas automáticas

Março

8

Atentado da ARA contra aeronaves militares na Base Aérea de Tancos

19

Kaúlza de Arriaga anuncia a vitória iminente das forças portuguesas em Moçambique

31

O Comando-Chefe da Guiné, em documento oficial, declara: «A situação continua caminhando para novo e rápido agravamento face à crescente pressão militar do inimigo, passível de suplantar a nossa capacidade de defesa das populações»

Abril

Morte de três soldados rodesianos, em Moçambique, no accionamento de uma mina

Assembleia Geral anual da Gulf Oil Corporation, em Atlanta, tendo sido rejeitada uma proposta no sentido de a companhia cessar as suas actividades em Angola e Moçambique, feita pela Comissão para a África Austral da Igreja Presbiteriana Unida

Carta de Lord Gifford, membro da Câmara dos Lordes e presidente da Comissão para a libertação de Angola, Moçambique e Guiné, dirigida ao ministro dos Negócios Estrangeiros no sentido de este receber os representantes da Frelimo antes da sua visita a Portugal

17

Despacho de Kaúlza de Arriaga que cria os Grupos Especiais Pára-quedistas (GEP) em Moçambique

22

Inicio da Conferência Mundial da juventude para libertação dos povos das colónias portuguesas, reunida em Brazzaville

26

Localização do navio português Angoche à deriva, ao largo de Moçambique, sem sinais da tripulação e da carga de armamentos que transportava

Maio

Autorização de despesas, a contrair pelo Governo Português, de 1,5 milhões de contos, para reequipamento extraordinário das Forças Armadas

Portugal retira-se da UNESCO em virtude de esta organização apoiar os movimentos de libertação

Treino militar de guerrilheiros da FRELIMO feito pelo exército zambiano

Operações de tropas rodesianas na zona do Tete

15

General Augusto dos Santos, chefe do Estado-Maior do Exército

16

Anúncio pelo Conselho Geral da Congregação dos Padres Brancos, da sua intenção de se retirarem de Moçambique

25

Expulsão de Moçambique, executada pela DGS, dos missionários da Ordem dos Padres Brancos

28

Promoção de um jantar legionário no Porto contra a reforma constitucional de Marcelo Caetano

Junho

Penetração do MPLA na área de Cuangar, distrito do Cuando-Cubango, com a finalidade de efectuar o reconhecimento do terreno e criar pontos de apoio, na área que constitui a sua 6ª Região

Criação da Frente Unida de Moçambique, FUMO, em Nairobi, resultante da fusão do Molimo e do Baraza ya Wazzee, chefiada por Narciso Mbule e inspirada por Uria Simango, cujo manifesto acusa a FRELIMO do falhanço da luta em Moçambique

Substituição do Cardeal Cerejeira por D. António Ribeiro no Patriarcado de Lisboa

3

Atentado da ARA contra a central radiotelegráfica e telefónica (RARET) de Lisboa, no dia de abertura de uma cimeira da NATO

9

Primeiro ataque do PAIGC a Bissau

19

Promulgação da nova Lei Orgânica da Ultramar, passando Angola e Moçambique a ser designados por Estados

Julho

Manifestações contra Cahora Bassa em Berlim, durante a assembleia anual de accionistas da AEG-Telefunken

17

Reunião em Vila Machado do clero da Congregação dos Padres Brancos, que decidiram só sair de Moçambique por acto compulsório do Governo e nunca por iniciativa própria

Agosto

Elementos da UNITA estabelecem contactos com madeireiros na região do Moxico com vista a um entendimento

Formação de um Governo no exílio pelo MPLA

Curso de formação sindical organizado pela Liga Geral dos Trabalhadores Angolanos (LGTA) ligada à UPA em Kinshasa

16

Profunda alteração da Constituição de 1933

25

Directiva do Comando-Chefe para a constituição de Grupos Especiais (GE) em Angola

Setembro

Visita de uma delegação da OUA a vários países da NATO, com o objectivo de conseguir que estes deixem de apoiar a politica colonial portuguesa

Criticas do Governo rodesiano à actuação de Kaúlza de Arriaga em Moçambique, feitas em Lisboa pelo chefe dos serviços secretos da Rodésia

Movimento de elementos militares do MPLA ao longo do rio Luena, no Leste de Angola, com o fim de reabrir a «Rota Agostinho Neto» em direcção à zona do Luso, fazendo face à pressão da FNLA e da UNITA

Visita de Olof Palme à Tanzânia, onde declara que o colonialismo português constitui um obstáculo ao abrandamento da tensão mundial

27

Visita oficial de Hastings Banda, presidente do Malawi, a Moçambique para inauguração do troço final do caminho de ferro de Nacala, afirmando que a visita obedecia à politica de relações amigáveis com todos os países vizinhos

30

Início do funcionamento do Centro de Instrução de grupos especiais em Moçambique, no Dondo

Outubro

Actividade operacional do PAIGC na zona de Duas Fontes, no Leste da Guiné, com emboscadas e minas, causando 5 mortos e 4 feridos às forças portuguesas

Visita de Marcelino dos Santos à Argélia, declarando que a actividade da Frelimo é muito forte na zona de Tete, em especial na estrada de ligação entre a Rodésia e o Malawi

Detecção e desmantelamento pelas autoridades portuguesas de uma organização de apoio ao MPLA em Luanda e noutras cidades angolanas, com o nome de Comité de Acção NZAJI, que planeava o inicio da guerrilha urbana

Operação Com Raça das forças portuguesas na Zona de Caboiana / Churo, Oeste da Guiné, CAOP 1, com resultados significativos

Operação Novidade das forças portuguesas, na zona de Tite, no Sul da Guiné, com captura do chefe das populações balantas do Quinara, de nome Manquiante

Operação Diamante Pardo executada por duas companhias de comandos africanos na zona de Naga, Oeste da Guiné, com estabelecimento de vários contactos com forças do PAIGC

Desenvolvimento de uma operação combinada a norte de Metangula, Niassa, Moçambique, pelas forças portuguesas, com destruição das bases Gungunhana e Luiga e resultados apreciáveis

Declarações de Amílcar Cabral numa visita a Inglaterra a convite do secretário-geral do Partido Trabalhista, afirmando o seu desejo de solucionar a guerra por meio de negociações com Portugal, sem condições prévias

Acção da FRELIMO no itinerário Revia / Marrupa, Niassa, Moçambique, com accionamento de mina A/C pelas forças portuguesas, causando 10 mortos e 7 feridos

10

Massacre de 19 civis na localidade de Daque, Tete, por tropas dos GE

19

Cimeira da Comunidade da África Central e Oriental que aprovou a «Declaração de Mogadíscio», condenado as potências ocidentais pelo apoio dado a Portugal

27

A República Democrática do Congo, ex-República do Congo e ex-República do Congo Kinshasa, passa a designar-se República do Zaire

Acção da ARA contra as instalações de Oeiras do Comiberlant, na véspera da sua inauguração

Novembro

Acção de duas companhias de comandos africanos, na zona de Campará, no sul da Guiné

Grande operação combinada das forças portuguesas na zona de Chimbila / Cazange / Luatche / Lumeje, sector do Moxico

Acção das forças portuguesas a noroeste de Muidumbe, COFI, Moçambique, com assalto à base provincial Moçambique da FRELIMO

3

Acção militar na região de Mucumbura de que resultou a morte de civis

6

Acção de sabotagem da linha de caminho de ferro nas zonas de Caldas Xavier e Doa, Tete, Moçambique, por parte da FRELIMO, com comando à distância, resultando a destruição de três vagões e de 400 m de linha

18

Alvejamento por forças da FRELIMO de um avião DO-27 em missão de RVIS, com morte do oficial observador, na região do Niassa

19

A Assembleia Nacional decreta o «estado de subversão», por se verificarem «actos subversivos graves em algumas parcelas do território nacional»

24

O ministro do Ultramar manda proceder a um inquérito sobre os massacres de Mucumbura denunciado por missionários

25

Criação pela DGS, do Grupo de Trabalho Madeira, com a finalidade de efectuar a «integração» da UNITA e de Jonas Savimbi

28

Comunicado do PCP a criticar a acção das BR e dando o seu apoio às acções da ARA

Dezembro

Operação Safira Solitária realizada por duas companhias de comandos africanos na zona de Morés, Oeste da Guiné, com vários contactos com forças do PAIGC

Grande operação das forças portuguesas a SE de Nangade, Cabo Delgado, Moçambique, com assalto à base Beira e ao Destacamento de Nangade.

3

Aprovação do plano de operações para a integração dos guerrilheiros da UNITA pelo Governo-Geral de Angola, que prevê para Savimbi um cargo administrativo

Renovação do Acordo das Lajes entre Portugal e os Estados Unidos

13

Cimeira entre Richard Nixon e Georges Pompidou nos Açores, estando Marcelo Caetano presente como anfitrião

20

Início de uma operação na zona de Morés, no Norte da Guiné, para reocupação de algumas posições pelas tropas portuguesas